Livro Virtual

Considerações finais

Desde o começo, passamos por momentos difíceis e desafiadores. Tivemos que aprender a cuidar da nossa filha, tivemos que aprender a ser seus pais. Mesmo com as dificuldades, tristezas, medos, erros e acertos, sempre a olhamos com amor. Nunca com piedade, nunca como incapaz, nunca como um diagnóstico. Corremos sempre atrás de tudo, queremos a sua felicidade e alegria, e com paciência tudo vai chegando ao seu devido lugar. Mesmo inexperientes, por vezes perdidos o amor sempre foi o que nos moveu. Respeitamos a nossa filha, a vemos como uma grande pessoa, e o que aparentemente falta em sua condição física é o que transborda porque amor nunca faltou.

Passamos por inúmeras e sei que passaremos, e confesso que nem sempre tiramos tudo de letra. Mas nos permitimos no dia seguinte enxergar com outros olhos e lutar porque essa é a lição que a nossa filha nos deixa.
Qualquer coisa que eu escreva, é no objetivo de ajudar as pessoas . De mostrar o grande ser humano que colocamos no mundo, de incentivar as pessoas olharem para essa história e serem invadidas com o nosso amor porque a medida que dividimos coisas boas elas multiplicam e acredito na sementinha do amor. O mérito é todo dela: Jaqueline, aquela que supera (esse é o significado do seu nome),e se somos quem somos tivemos uma grande mestra e nunca escrevi nada com sentimento de dor e mesmo ela existindo o amor sempre prevalecerá.

Não desista do amor. Só o amor é capaz de minimizar a dor que está no seu peito. Pode não ser a solução dos seus problemas, mas com ele se sentirá preenchido. Ame o que é, ame o que faz, ame as pessoas. Valorize quem está com você em todos os momentos, e não precisa ser tudo perfeito apenas sentido.


Adriana, Marco e Jaqueline



Nenhum comentário:

Postar um comentário